Utilizamos cookies próprios e de terceiros para coletar informação estatística do uso de nosso site e lhe mostrar publicidade relacionada com suas preferências mediante a análise de seus hábitos de navegação. Se continuar navegando, consideramos que aceita o uso dos cookies. Você pode mudar a configuração ou obter mais informações aqui.
Fechar
PlanetadeLivros.com.br

Destaque Tusquets

História da violência

Édouard Louis

“Em História da violência, o jovem escritor transforma uma noite terrível em uma busca pela verdade [...] Um livro ao mesmo tempo comedido e avassalador.” – LE MONDE

Sinopse de História da violência

Na véspera do Natal de 2012, o escritor Édouard Louis foi estuprado – e quase assassinado – por um rapaz que ele havia acabado de encontrar nas ruas frias de Paris. Esse ato de violência crua e brutal deixou suas marcas no autor, e as consequências do trauma o levaram de volta à vila, à família e ao passado que ele jurara deixar para trás.
Transitando de forma ágil e habilidosa entre o passado e o presente, História da violência é um relato ficcional dessa experiência biográfica do autor, seguindo a linha de seu romance de estreia, O fim de Eddy. Aqui, Édouard Louis mais uma vez escancara os preconceitos e o racismo da sociedade francesa, mas o faz por meio das revelações sutis dessas crenças no âmbito familiar, em amantes, amigos, irmãos, pais e mães.

“Complexo, sutil e chocante. [...] A maior força de Louis como escritor é ser capaz de sentir com tamanha paixão, beirando a obsessão, mas também possuir uma perspectiva filosófica a respeito das coisas, explorando, em vez de neutralizar, seus sentimentos.” – THE GUARDIAN

Na véspera do Natal de 2012, o escritor Édouard Louis foi estuprado – e quase assassinado – por um rapaz que ele havia acabado de encontrar nas ruas frias de Paris. Esse ato de violência crua e brutal deixou suas marcas no autor, e as consequências do trauma o levaram de volta à vila, à família e ao passado que ele jurara deixar para trás.
Transitando de forma ágil e habilidosa entre o passado e o presente, História da violência é um relato ficcional dessa experiência biográfica do autor, seguindo a linha de seu romance de estreia, O fim de Eddy. Aqui, Édouard Louis mais uma vez escancara os preconceitos e o racismo da sociedade francesa, mas o faz por meio das revelações sutis dessas crenças no âmbito familiar, em amantes, amigos, irmãos, pais e mães.

“Complexo, sutil e chocante. [...] A maior força de Louis como escritor é ser capaz de sentir com tamanha paixão, beirando a obsessão, mas também possuir uma perspectiva filosófica a respeito das coisas, explorando, em vez de neutralizar, seus sentimentos.” – THE GUARDIAN

Outros Cronistas